3 de fevereiro de 2018

Seja quem você quiser ser

Olá wolfies, como vão vocês? Eu espero que bem, essa semana foi meio especial para mim, apesar de muitas coisas não muito agradáveis estarem acontecendo na minha casa, eu descobri muita coisa boa e coisas que podem mudar minha vida completamente! Eu percebi que eu amava muito ficar horas no instagram vendo resumos e o bullet journal do pessoal, aí decidi criar o meu próprio studygram que é o @kim.studying eu comecei esses dias, já tem umas quatro publicações e vão vir muitas logo logo, eu to postando resumos de química que eu estou estudando agora, já que ainda to de férias na faculdade, mas assim que as aulas voltarem eu vou postar os resumos que eu faço para a faculdade também! Lá eu também posto algumas páginas do meu bullet journal, então se vocês gostam desse tipo de conteúdo não se esqueçam de seguir, tá bom? Vão me deixar muito feliz! Além disso eu descobri outra coisa super legal, eu gosto muito de estudar e isso parece preencher os meus dias, de uma forma que eu me sinto muito bem apenas por fazer isso, eu vou continuar me esforçando e dando meu melhor nos estudos, decidi que a minha próxima faculdade sim eu já penso nisso vai ser publicidade e propaganda! Tem uma terceira coisa, mas isso eu to guardando para um post especial só desse assunto, então fiquem ligados no que vem por aí nesse mês! Vamos começar logo antes que eu decida escrever uma bíblia. 


Eu estava pensando sobre isso esses dias, na verdade eu sempre pensei sobre isso, o tema desse post é "Vida virtual vs Vida real" então se você gosta desse tema ou de descobrir o que os outros pensam sobre isso continua lendo esse post que vem textão por aí. Uns anos atrás eu certamente diria que prefiro minha vida virtual e apesar de ela atualmente ser maravilhosa eu não repetiria a mesma resposta hoje em dia, eu gosto muito de ficar pensando na vida, nos primórdios da terra, pensando em como as coisas deviam ser e qual é o sentido da vida. 

Eu fico filosofando sozinha e ás vezes penso muita coisa estranha, mas outras vezes eu penso coisas que podem estar perto de ser uma das verdades do mundo, eu realmente acredito nessas coisas e fico tentando mudar o meu jeito de ser e de agir, para tentar melhorar como pessoa, cada pessoa é única e todos nós temos uma chance ou muitas chances para atingir nossos objetivos, nós não vivemos apenas por viver, temos um objetivo e estamos em vida para aprender, apenas isso. 

O motivo de sofrermos tanto, ou passarmos por situações horríveis, é uma forma de testar nossas forças e de alguma forma nos dar uma lição que precisamos aprender e muitas vezes não aprenderíamos com um acontecimento normal, isso já entra no ramo das religiões, então não quero abordar muito do assunto, mas eu acredito que essa vida que vivemos é só um pedaço do quebra cabeça todo, a gente vive, faz o que é necessário, morre, se a gente não cumpriu nosso objetivo a gente volta de novo, como outra pessoa, recomeçando do zero para tentar cumprir, quando cumprirmos todos nossos objetivos poderemos enfim ficar em paz e usufruir do mesmo que existe no mundo todo, realizar nossos sonhos e viver tranquilamente. 

Mas antes de pensar coisas complexas como vida vs morte, vamos encarar uma coisa que estamos fazendo agora, estamos aqui em um ambiente virtual, conhecendo pessoas, interagindo com um mundo diferente do nosso, sendo uma pessoa legal ou não, agindo de uma forma que gostamos, agindo como nós realmente somos ou como nós queremos ser

Durante metade da vida vida, eu vivi na internet, eu amava a pessoa que eu era na internet e me afastei completamente da minha vida social fora dela, eu não ligava para amigos, família, estudos, eu só me importava de ter sempre acesso a internet e meus amigos, as coisas que eu gostava, o lugar onde eu me sentia segura. Na realidade, quando a tela do pc estava apagada eu era uma menina tímida, que mal falava, era zoada na escola e sofria bullying, não tinha uma boa relação com minha família, não passava muito tempo com as pessoas que estavam ao meu redor, era muito deprimida e pessimista, sentia nojo de mim mesma e odiava tudo em mim, eu pensava que se eu morresse seria mais fácil para as outras pessoas, porque de acordo com a minha ideia eu era um estorvo para os demais e todos me odiavam. 

Quando a tela estava acesa, eu era uma menina animada, otimista, de bem com a vida, que amava socializar e fazer novos amigos, era chamada de talentosa por edições que fazia, todo mundo queria ser meu amigo, era amada, me sentia feliz todos os dias, eu ficava muito feliz de falar com as pessoas que eu gostava, sempre dava um jeito de estar ali com eles, me esforçava para tudo que fazia e sempre estava presente para ajudar seja lá quem fosse. 

Sentiu o impacto? Algumas pessoas podem descrever isso como falsidade, mas na realidade, eu sempre mostrei o meu melhor lado mesmo que ele mal existisse naquela época só para não deixar as pessoas tristes, eu sabia que os meus amigos iam ficar preocupados comigo e eu não queria dar preocupação e ser um estorvo para eles, enfim, esse não é o objetivo, o real objetivo era: Nos momentos que eu passei me divertindo com eles, dando meu melhor, sendo uma pessoa legal, eu não poderia fingir tão perfeitamente que ninguém fosse notar, eu estava sendo sincera com os meus sentimentos. 

Eu tinha capacidade de ser aquilo se eu quisesse, mas tudo era sempre igual, eu seguia as regras do mundo, de continuar sendo a menina normal e sem talento, conformada com a situação que eu estava e nunca tentar mudar isso, afinal eu não tinha talento para nada. Quando eu já estava mais velha, tipo uns 15 anos, eu comecei a perceber uma coisa, eu percebi que as minhas escolhas anteriores haviam me levado a uma situação muito ruim, eu fiquei arrependida, e comecei a observar melhor como eu era na internet, eu comecei a me perguntar "porque eu não sou assim na vida real também?" e esses questionamentos acabavam ficando na minha cabeça, até um dia quando eu vi por aí, uma frase que dizia o seguinte:

Seja a pessoa que você gostaria de conhecer

Eu já estava decepcionada com o que a minha vida social havia se tornado naquela época, e eu levei essa frase para o meu exterior, para a pessoa que eu era todos os dias em casa, só no final de 2016 eu consegui começar a mudar de verdade, eu desapeguei de tudo que me fazia ser a velha eu, pintei o cabelo, fiz uma reforma no meu armário, comecei a me expressar como eu queria, comecei a ser quem eu queria ser, 2017 foi um ano que eu passei aperfeiçoando a pessoa que eu queria me tornar, graças a diversas ajudas, de amigos online, dos meus familiares, de pessoas que entraram no meu circulo social, eu acabei descobrindo quem eu queria ser e o meu objetivo na vida. 

Comecei a tornar verdadeira a pessoa que eu era na internet, hoje eu sou exatamente daquele jeito, na verdade um pouco melhorado tipo uma versão 2.0 e sinto que estou sendo verdadeira comigo mesma, cada vez melhorando mais e alcançando o meu objetivo como pessoa, eu achava que era impossível eu ser a pessoa que fala com todo mundo, que faz as coisas sozinha, que planeja e cria diversas coisas, que estuda, que trabalha, que faz o mundo parecer só um pequeno passo em uma caminhada e apesar de tudo isso ainda se sente animada com o que pode acontecer no futuro. 

Muitas vezes nos escondemos atrás de uma pessoa que queremos ser, mas não somos, atrás desses computadores ou celulares, mas eu vou dizer uma coisa para você, você que tá lendo essa postagem agora, você pode ser o que você quer ser se desejar, se tentar, vai ser difícil? Com toda certeza vai, mas você não pode desistir e se deixar levar pelos comentários ou julgamento dos outros. Uma hora as pessoas vão acabar te aceitando e mesmo que demore muito, o importante é você se amar e saber quem você é, não há sentimento mais satisfatório do que ser você mesmo, eu juro.

O mundo é um lugar de aprendizado, você tá aqui para bater a cara na porta, se ferrar muito, aprender com seus erros e se tornar uma versão melhorada de você todos os dias, mesmo que pareça que não vai dar certo, uma hora tudo se encaixa e você percebe que as coisas pelas quais você passou foram importantes ou te deram muita aprendizagem que você vai levar pelo resto da vida. 

Eu espero que vocês tenham gostado do post, eu pretendo trazer mais desse tipo futuramente, acho muito legal expressar minha opinião e usar minhas vivências de uma forma que eu possa talvez ajudar alguém ou motivar de alguma forma boa, beijinhos! 

5 comentários:

  1. Tens toda a razão. Acho que nós, as gerações mais jovens, estamos, cada vez mais, a ter dessas crises de personalidade. Porque socializamos cada vez menos na vida real e cara a cara e cada vez mais na internet onde podemos escolher exatamente que lado mostrar.

    Infelizmente, muita gente não tem essa epifania que tiveste, sinto que a minha também começou à pouco tempo. Não vou dizer que sou uma pessoa horrível na realidade, mas é verdade que há uns tempos para cá eu tenho sido brutalmente honesta e, por vezes, fria com as pessoas sem sequer me aperceber. Não que eu seja toda cor de rosa na internet, mas é verdade que todos escolhemos melhor o que dizemos nas redes sociais (a não ser que estejamos confortáveis e num grupo privado a falar com amigos).

    Ser uma pessoa melhor na vida real nem sempre é ser a pessoa que se é na internet, é, realmente, ser a pessoa que se gostaria de conhecer como disseste e, inconscientemente, eu tenho estado a tentar ser a pessoa que eu gostaria de conhecer.

    O que importa é que todos sejamos melhores pessoas todos os dias!

    Muito bom texto! Continua ;p

    A Preguiça É Um Hobby

    ResponderExcluir
  2. Adorei a Jujuba no primeiro gadget <3
    As coisas aqui em casa também não vão muito bem, mas que bom que você tem se ocupado com outras coisas que gosta. Espero que tenha encontrado mesmo o que quer cursar, muita gente vive em dúvidas com isso e é bem ruim.
    Eu amoooo interagir com outras pessoas pelo blog. Eu me sinto mais compreendida aqui, pois, como eu já citei, as coisas não vão muito bem fora da blogosfera. Aqui, eu nunca encontrei problemas com nada, então me sinto bem a vontade. Mas tente pegar leve consigo mesma, eu acho que você teve muitos motivos para agir desta maneira. Eu também sei bem como é isso, mas diferente de você, eu sou a mesma pessoa tanto pessoalmente como no blog. Se eu estiver triste, estarei em ambas as esferas, pois eu acredito ser muito importante ter um lugar para se abrir, esvaziar a cabeça, que é o toda a blogosfera pra mim.
    De qualquer forma, fico feliz em saber que está tentando mudar! É lindo quando as pessoas tem coragem de fazer isso.
    Amei a frase: Seja a pessoa que você gostaria de conhecer.
    O mais difícil de lidar são os julgamentos. Isso vem até por parte da minha família, é bem difícil, eu tenho uma longa história e não vou falar nada porque é bem
    complexo.

    *:✧・゚{ Heart Full of Darkness }゚*:✧・

    ResponderExcluir
  3. YOOOOO YUZU O/

    Ou minha viagem foi muito longa ou o teu segundo trabalho na vida é trocar de lay shaushaushuasu Enfim, adorei o lay purpurinadinho rosa com a Jujuba, coisinha mais fofa ficou <3

    Queísso, tu já tá pensando na segunda facul!? Eu mal consigo me ver formada quem dirá fazendo uma segunda faculdade :v

    EU TAMBÉM FICO FILOSOFANDO DE VEZ EM QUANDO E PENSANDO EM COISAS BEM LOUCAS, outro dia desses eu tava pensando como diabos funcionava o metabolismo de um dinossauro, porque eles eram GIGANTES, então como eles faziam pra encher todo aquele estômago (porque uma vaquinha já passa horas e horas pastando pra poder preencher o estôgamo, quem dirá um dino), ou sobre como devia ser louco eles se reproduzindo, ou que tipo de doenças afetavam eles, parasitas e por aí vai....

    Vish, se essa parada de objetivos for verdade então eu vou precisar de umas trocentas reencarnações... Porque sei lá, quando eu penso em objetivos eu penso que deve ser algo grande, algo que vai beneficiar a humanidade, mas não acho que atualmente eu faço isso e sei lá, quando eu me imagino no futuro me imagino tendo uma vida normal, não sei se isso iria cumprir algum objetivos e talls '-'

    Sobre eu real x eu internet, acho que todo mundo passa por uma fase assim, uma fase onde se "reconhecer" fica meio difícil, onde na realidade não se identifica 100% com quem é, mas encontra algum lugarzinho onde pode ser a pessoa que almeja ser tipo na internet e tals. Mas eu acho que num geral isso é uma fase normal para todos, lógico que para uns é mais difícil e bem mais complexo do que uma "fase normal", mas o que eu quero dizer é que sendo pouco ou bastante, num grau menor ou maior, todos nós temos uma certa dificuldade de acharmos o nosso lugar no mundo, até mesmo depois de adultos isso ainda continua, aliás, é como dizem "adultos não passam de crianças grandes", mas eu acredito que com o tempo a gente vai aprendendo a conhecer mais a si mesmo, aceitar certas coisas que não aceitávamos antes sobre nós, a gente amadurece aos poucos e percebemos que o mundo e nossa vida é muito mais do que aquele nosso cantinho seguro, e acho que isso faz com que a gente queira tentar mais uma vez, rever as coisas que estão ruins e procurar melhorar tudo isso para finalmente explorarmos um pouco essa vida.

    Obviamente como você mesma disse, isso não é um processo fácil, afinal a vida não é fácil. Sabe, eu considero a minha vida relativamente fácil e tranquila, eu vejo parentes meus, amigas e colegas que são bem jovens, mas que já são super independentes e tão aí metendo a cara pra resolver os problemas, então eu sempre uso essas pessoas de inspiração, pois se elas conseguem seguir em frente e aproveitar a vida, porque eu não posso me esforçar para fazer o mesmo!?

    Enfim, adorei o post! Hoje eu tinha acordado até meio preguiçosa e desmotivada, mas depois de ler o teu post me senti recarregada xD

    Kiss



    ResponderExcluir

✿ Olá, vai comentar? Obrigada! Fico muito feliz por deixar seu comentário. Mas lembre-se de seguir algumas regrinhas, certo?

♡ Sem xingamentos ou comentários maldosos.
♡ Pode deixar o link do seu blog para eu visitar, mas não comente aqui só para divulgar, ok? Fale um pouco do que achou do post.
♡ Sempre aceito parcerias, pode pedir aqui ou na página própria para isso.

♡ Alguns kaomojis que pode usar:
(◕ᴗ◕✿) (⁄ ⁄◕⁄ω⁄◕⁄ ⁄✿) 乁(ツ)ㄏ ( ͡° ͜ʖ ͡°) ʕ •ᴥ•ʔゝ☆ ʕ ˵• ₒ •˵ ʔ ʕ♡˙ᴥ˙♡ʔ ʕ≧ᴥ≦ʔ /ᐠ。ꞈ。ᐟ\ /ᐠ。ꞈ。ᐟ✿\ ( ✧Д✧) YES!! (❁´◡`❁) ˙˚ʚ(´◡`)ɞ˚˙ (◕‿‿◕) o(╥﹏╥) ( ;∀;) (ू˃̣̣̣̣̣̣︿˂̣̣̣̣̣̣ ू) ヽ(▽ `)ノワーイ♪ヽ(´▽`)ノワーイ♪ヽ( ´▽)ノ

Wolfies